segunda-feira, 2 de novembro de 2015

“A Rezadeira” foi eleita a melhor música do Festival Edésio Santos

Além da premiação em dinheiro os vencedores também foram contemplados com troféus que levam nomes de canções do homenageado João Gilberto.
 Por Paulo Carvalho/SECJU


A 18ª edição do Festival Edésio Santos da Canção elegeu como a melhor música, a composição ‘A REZADEIRA”, de Rodolfo Elias Minari, do Rio Branco-AC que ficou com o primeiro lugar. A canção foi interpretada por Rafaela Melo.

O prêmio de segundo lugar foi para “UMA OUTRA CANÇÃO”, de Alexandre Leão e Manuca Almeida, de Juazeiro/Salvador,  interpretada por Andrezza Santos que também levou o prêmio de melhor intérprete do Festival.

A canção “A LENDA DO PATAÚ”, de Reinivaldo Pinheiros (Ouricuri-PE) levou o terceiro lugar. A melhor música local ficou com “CORAÇÃO DO SERTÃO”, de Juliana Genovez, e o prêmio júri popular foi para a canção “O BASTANTE PRA DURAR”, de Pedro Mateus Bandeira (Juazeiro-BA).
 Cada categoria do Festival Edésio Santos da Canção recebeu18 º Festival Edésio Santos da Canção 2015 prêmios em dinheiro e troféus que levam nomes de canções consagradas na voz de João Gilberto, o grande homenageado da 18ª edição do festival, com o tema: “Do Cais ao Japão, no tempo de João”, e que também ganhou uma estátua, inaugurada na mesma noite pelo prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho.

Um bom público compareceu à noite final do Festival, nas imediações do Vaporzinho. Teve até torcida organizada para as concorrentes finalistas do festival. E o público também pôde participar escolhendo a sua canção favorita, através do voto popular.

Para a artesã Iasmine França, que acompanhou todas as noites do Festival Edésio Santos, foi uma honra poder participar de uma festa tão bem organizada, com excelentes músicas e intérpretes. “O Festival veio nessa edição com bastante concorrentes 18 º Festival Edésio Santos da Canção 2015talentosos e com composições de difíceis execuções. As apresentações de cada candidato com suas particularidades rítmicas e letras, fez um festival completo, diversificado e rico em suas apresentações”, disse, destacando também o trabalho da comissão organizadora. “A responsabilidade do júri foi muito grande, pois as escolhas não foram fáceis, porém, com bastante competência e conhecimento musical, obteve um brilhante resultado”, elogiou.
A artesã também fez referência ao show da cantora Miúcha, que na sua opinião foi histórico, um presente para Juazeiro. “O show da cantora Miúcha foi espetacular, a população juazeirense e região foram contempladas e privilegiadas em participar de um momento 18 º Festival Edésio Santos da Canção 2015único, ouvindo histórias sobre João Gilberto, Vinícius de Morais, Tom Jobim e também sobre a Bossa Nova, MPB e fatos relembrados pela mesma em Juazeiro”.

O secretário de Cultura e Juventude do município, Donizete Menezes, numa breve avaliação, demonstrou satisfação com a realização de mais uma edição do Festival Edésio Santos da Canção, e agradeceu ao poder público municipal, a todos os participantes, inclusive de outras localidades, e aos parceiros envolvidos direta ou indiretamente na realização do evento.

“Uma ação conjunta do governo municipal, do nosso prefeito Isaac Carvalho, a quem parabenizo em nome de toda a sua equipe, pelo trabalho excelente, desde a realização do festival e o seu desdobramento, até a inauguração da escultura de João Gilberto, com certeza de uma importância cultural valiosa, um marco para a nossa cidade”, destacou.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia