quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Escola e Sabedoria Popular

Parlendas, adivinhações, brincadeiras, lendas, capoeira, danças folclóricas, ditados populares... assim a Escola Tempo Integral comemorou a semana do Folclore, as crianças viram que os saberes populares  fazem parte da vida de cada um. 22 de agosto é o dia do folclore.
A Escola Tempo Integral fica no Bairro de São Geraldo que é o berço do folclore de Juazeiro, onde a Profª Betinha durante muitos anos realizou o Festival Regional do Folclore. Participaram do projeto professores de todas as matérias.

Bob Fernandes / "Médico Cubanos" provocam fígado e alma do Brasil


Estão chegando os médicos cubanos. Em 700 municípios, 11 milhões de brasileiros não tem nem um médico. Na maioria, em Estados do Norte e Nordeste com baixo índice de desenvolvimento humano e muita miséria.

Virão médicos também de outros países, mas, claro, Cuba é o chamariz para o debate. Há quem imagine ser esse um debate político-partidário. É, mas é muito mais do que só isso.

O que esse tema provoca são percepções sobre o que é, o que deve ser a sociedade. O "Mais Médicos" arranca a visão que cada um de nós tem da vida. Da vida privada e da vida em comunidade. 

O programa é mais um a dividir opiniões radicalmente nos últimos 11 anos. Para lembrar outros: Bolsa-Família, sistema de Cotas, e a PEC das Empregadas Domésticas.

Bolsa Família, Cotas, PEC das Empregadas e Médicos... Existem argumentos irrefutáveis. E sempre haverá argumentos refutáveis. Ao gosto e visão de cada um.

Quem contesta Cotas -e há quem odeie- enxerga desprezo ao mérito, e favorecimento. Quem apoia Cotas lembra que o Brasil manteve humanos como escravos por 385 anos, quatro quintos da nossa história.
.
Bolsa Família. Entre os que reagem às Bolsas predomina um argumento: é um incentivo ao ócio, "dá o peixe e não ensina a pescar". A pior seca do Brasil nos últimos 50 anos providência fatos para quem defende as Bolsas.

Não se viu, como em outros tempos, saques nas cidades. E ao lado do chão esturricado, do gado morto, não há, como sempre houve, fome em larga escala. Porque existem as Bolsas. Porque existem redes de proteção social. 

Na reação à PEC das Domésticas cansamos de ouvir e ler: "Eu trouxe essa babá para casa quando ainda era uma menina"; "Minha empregada é como se fosse da família".

Não faltou quem lembrasse: a menina se tornou adulta e seguiu babá; quase sempre sem estudar, e tantas sem carteira assinada. "Como se fosse da família", a empregada serve café às 7 da manhã e o jantar à noite.

Com banheiros, chão e roupa suja pra lavar no intervalo. "Da família", mas, claro, sem direito a herança. Agora, os médicos: não faltarão problemas, desavenças e crises.

Mas há outro lado nessa história: 700 cidades não têm nem um médico. E milhares têm, se tanto, um médico. Não têm médicos porque faltam condições para tanto. Mas também porque médicos para lá não querem ir.

Milhões que moram nestas cidades não querem saber se o médico é baiano, sueco ou cubano. Querem médicos. E medicina. Sabem que um médico é melhor do que nem um médico. A boa medicina será cobrada, e muito, nesse caminho. O resto é o jeito de cada um enxergar a vida.
No:Jornal da Gazeta

O Diretor Estadual da APLB Prof. Rui Oliveira participa de Assembleia em Juazeiro no dia 30 de Agosto (Paralisação Nacional)

A APLB SINDICATO comunica que 02 urnas foram disponibilizadas para colher as sugestões de alteração do Plano de Cargo, Carreira e remuneração do Magistério Municipal e as mesmas já se encontram à disposição até o dia 28 de Agosto nos seguintes pontos:
" 1 na APLB;
" 1 na SEDUC
As mudanças fazem parte da pauta de reivindicações da Categoria e serão levadas para apreciação, avaliação e discussão na Assembleiade 30 de Agosto às 9h na APLB dia da Paralisação Nacional e contará com a presença do Diretor Estadual da APLB Professor Rui Oliveira que conduzirá a pauta da rede Estadual. Para tanto, convocamos todos os colegas por que essa luta é nossa! Segue a Pauta da Assembleia:
Rede Municipal:
¢ Homologação do Estatuto do Magistério;
¢ Eleição de gestores;
¢ Plano de Cargos, Carreira e remuneração do Magistério;
¢ O que Ocorrer.
Rede Estadual:
¢ URV;
¢ Situação do PLANSERVE em Juazeiro;
¢ Processos movidos pela APLB contra o Estado;
¢ Regulamentação de um Terço de Hora Atividade;
¢ Alteração de Carga Horária;
¢ Royalties do Petróleo para Educação;
¢ O que Ocorrer.
"SOMOS APLB COM ORGULHO DE QUEM LUTA E CONQUISTA»

Flashmob - Bolero de Ravel

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Juazeiro da Bahia

Os professores no Brasil


Videográfico produzido pela Folha de S.Paulo, para o conjunto de reportagens "Quem educa os educadores?"

Cordel da Regulamentação da Comunicação


Vídeo sobre liberdade de expressão e marco regulatório da comunicação no Brasil. Pessoas diversas recitam o texto em cordel da Peleja de Marco Regulatório e Conceição Pública na Terra sem Lei dos Coronéis Eletrônicos. Produzido para a campanha Para Expressar a Liberdade (www.paraexpressaraliberdade.org.br) Direção: Dea Ferraz; Produção: Laura Lins; Fotografia: Luiz Henrique; Som: Rafa Travassos; Realização: Centro de Cultura Luiz Freire; Apoio: Fundação Ford

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

V Conferência Estadual de Cultura

O Brasil caminha para a sua III Conferência Nacional de Cultura. Este é um processo fundamental para a consolidação das políticas públicas de cultura no nosso país. O Estado da Bahia, através de sua Secretaria de Cultura, realizará sua V Conferência Estadual de Cultura da Bahia, que se configura em quatro etapas: Conferências Municipais, Conferências Territoriais, Conferências Setoriais e Conferência Estadual. As Conferências Municipais e/ou Intermunicipais foram iniciadas em 2 de junho e irão até 04 de agosto, sob a responsabilidade do poder público municipal. As Conferências Territoriais ocorrerão de 06 de agosto a 08 de setembro, nos 27 Territórios de Identidade da Bahia. As 26 Conferências Setoriais serão realizadas entre os dias 14 e 30 de setembro, em sua maioria em Salvador. A V Conferência Estadual de Cultura ocorrerá nos dias 10, 11, 12 e 13 de outubro, no Centro Cultural de Alagoinhas, em Alagoinhas. Todas as etapas da V Conferência de Cultura da Bahia integram a III Conferência Nacional de Cultura, que acontecerá em Brasília de 26 a 29 de novembro de 2013.
Este ano, o tema da Conferência Estadual é “Uma política de Estado para a cultura: desafios do Sistema Estadual de Cultura” e tem como objetivo principal reunir a comunidade cultural para debater as políticas públicas de cultura em desenvolvimento no estado. Será uma conferência de caráter devolutivo, em que serão apresentadas as
ações, programas, projetos realizados pela Secretaria de Cultura, a partir das demandas da sociedade apresentadas nas quatro conferências anteriores. Diante do exposto, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia se sentirá honrada em contar com a presença de V.Exa. nos dias 24 e 25 de Agosto de 2013, no Centro de
Cultura João Gilberto, Rua José Petitinga, s/n, Santo Antônio - Juazeiro quando será realizada a Conferência Territorial de Cultura do Sertão do São Francisco, conforme programação em anexo.
Cordialmente,
Antonio Albino Canelas Rubim
Secretário de Cultura do Estado da Bahia 
CONFERÊNCIA TERRITORIAL DO SERTÃO DO SÃO FRANCISCO
Local: Centro de Cultura João Gilberto, Rua José Petitinga, s/n, Santo Antônio – Juazeiro - Bahia
Data: 24 e 25 de agosto de 2013
1º Dia:
HORÁRIO ATIVIDADE
18h Abertura do Credenciamento
18h Boas vindas e composição da mesa
19h Apresentação das propostas para a 3ª Conferência Nacional da Cultura
19h30 Apresentação da metodologia e critérios de eleição de delegados para as próximas etapas
20h30 Apresentação artística (a confirmar)
2º Dia:
HORÁRIO ATIVIDADE
8h Reabertura do credenciamento
9h Apresentação do tema, objetivos e metodologia da Conferência
9h30 Apresentação das respostas da SecultBa para demandas das Conferências anteriores
10h Apresentação das ações da SecultBa previstas para o Território
11h Divisão em Grupos de Trabalho para elaboração de novas demandas pelo Território
13h Almoço
14h Apresentação, validação e priorização das demandas de cada grupo
16h Eleição dos Delegados para as Conferências Setoriais e Estaduais
18h Encerramento

Conferência Territorial do Sertão do São Francisco

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Homenagem a Dr. Maurício Amaral - O Homem que queria Voar

 O Dia do Amigo é comemorado em 20 de junho, mas em Juazeiro o dia foi também festejado em 19 de agosto. Como uma exposição em homenagem ao Amigo da Gente Maurício Amaral. Zó teve uma  ideia, chamou o artista plástico KeKê de Bela, ele topou, ficou três noite sem dormir,  Sonhou com Maurício e a exposição ficou pronta.
 A homenagem aconteceu na Rua da 28 de Setembro no centro de Juazeiro com muita emoção. 
 KeKê de Bela, artista plástico da região fez 20 quadros, óleo sobre tela, juntando os pedaços da vida do professor, advogado, poeta que tinha um desejo de voar. 
Vereador Crisóstomo Lima, Zó, grande amigo de Dr. Maurício Amaral foi o idealizador da homenagem.

domingo, 18 de agosto de 2013

84 brincadeiras infantis que atravessaram os tempos pela tradição oral.

"JOGOS INFANTIS" de Pieter Bruegel (1525-1530)  , pintor flamengo do Renascimento. Curiosidade: nesta tela o artista exemplifica 84 brincadeiras infantis que atravessaram os tempos pela tradição oral.

Sozinho

O Direitos das Crianças segundo Ruth Rocha

SINOPSE
Todas as crianças têm direito a um nome, a uma casa, a comida e estudo. Mas também têm direito a ouvir histórias, andar na chuva e brincar de adivinhação - afinal, a infância é o tempo em que começamos a perceber o tamanho do mundo e descobrir quem somos. Inspirada nas idéias de igualdade universal - e também nas brincadeiras e emoções que só as crianças conhecem -, Ruth Rocha escreveu um livro de poesia sobre aquilo que não pode faltar durante a infância. O poema começa dizendo que "toda criança tem de ser bem protegida/ contra os rigores do tempo/ contra os rigores da vida". Ruth Rocha constrói seu texto brincando com o conceito de direitos da criança - não apenas aqueles que a lei assegura, mas também os que só muita liberdade, brincadeira e alegria podem garantir: direito a correr na beira do mar, a "ver uma estrela cadente,/ filme que tenha robô,/ ganhar um lindo presente,/ ouvir histórias do avô".Em Os direitos das crianças segundo Ruth Rocha, a alegria é a lei maior. Como diz a autora nos últimos versos do livro, "embora eu não seja rei,/ decreto, neste país,/ que toda, toda criança/ tem direito a ser feliz!". As aquarelas de Eduardo Rocha, marido de Ruth, são bem-humoradas e delicadas, e dão ao poema uma interpretação visual sob medida, que o projeto gráfico de Raul Loureiro soube deixar ainda mais atraente. O livro traz um apêndice que conta a história da conquista dos direitos infantis desde 1789, com a Revolução Francesa, passando pela "Declaração dos direitos da criança", de 1924, e pela criação do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância), em 1946. O texto apresenta também as conquistas mais recentes, asseguradas na Convenção sobre os Direitos das Crianças, da ONU, em 1989, e pela promulgação no Brasil do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em 1990.
FICHA TÉCNICA
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
ISBN: 9788574061528
ISBN13: 9788574061528
Edição: 1ª Edição - 2002
Número de Páginas: 48
Acabamento: BROCHURA

Direitos da Criança

sábado, 17 de agosto de 2013

Tirando onda com torcedores do futebol brasileiro

Rede Municipal de Ensino de Juazeiro dá início ao projeto “Direito de Ser Criança”

 Por Anna Monteiro / SEDUC
Está acontecendo nesta sexta-feira (16) em toda a Rede Municipal de Ensino de Juazeiro a detonação do projeto “Direito de Ser Criança”, construído coletivamente pela Secretaria de Educação e Esportes e educadores – durante as formações continuadas – com o objetivo de nortear ações que possibilitem a ampliação dos conhecimentos referentes aos direitos da criança, a garantia do aprendizado e, consequentemente, a elevação dos dados do Sistema de Informação da Educação do Município (SIEM), implantado pela atual gestão.
 A iniciativa tem como ponto de partida o livro da autora Ruth Rocha e prevê o amplo acesso à educação, cultura, saúde, lazer, respeito, liberdade, profissionalização, alimentação, entre outros direitos. De acordo com a Diretora de Ensino Fundamental, Cristine Hermenegildo, é preciso ampliar o diálogo sobre essa seguridade, que é regulada pelo Estatuto da Criança e do Adolescente, pela Declaração dos Direitos da Criança aprovada em Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) e pela própria Constituição Federal de 1988. “Se essas leis fossem cumpridas integralmente nós não teríamos tantas crianças vivendo em situações de vulnerabilidade. Por isso é importante, sempre que possível, relembrar, chamar a atenção dos pais e da sociedade”, explicou.
 “O direito à Educação, por exemplo, deve assegurar que o aluno, além de frequentar a escola, também aprenda, desenvolva a leitura, a escrita, e o seu lado cognitivo como um todo. Como também representa garantir uma educação inclusiva e igualitária”, acrescentou a formadora da SEDUC, Gerlane Fernandes. Segundo os coordenadores do projeto, a Secretaria de Educação e Esportes e todos os atores que compõem o cenário da Educação Municipal sentiram a necessidade de promover essa maior reflexão sobre o tema, envolvendo os próprios alunos e a comunidade. “A gente espera sensibilizar e desenvolver o pensamento crítico das pessoas, de forma que estas ações do projeto ‘Direito de Ser Criança’ promovam e ampliem o conhecimento, inicialmente, sobre as Leis”, deseja o titular da SEDUC, Clériston Andrade.
 A ação, que iniciou hoje, tem como meta envolver 100% da comunidade escolar até o final do ano, e o trabalho será concretizado através de sequências didáticas por segmento/ano, tendo como ponto de partida o estudo do paradidático da autora Ruth Rocha “Os Direitos das Crianças” – obra que faz parte do acervo do projeto municipal “É hora de Ler”. O primeiro momento realizado nesta sexta-feira tem como objetivo provocar o encantamento, criar expectativas e despertar a curiosidade dos alunos. Na Escola Municipal Guiomar Lustosa, por exemplo, o dia foi de festa, com muitas apresentações dos alunos, palestra e encenação de uma peça feita pelos professores. Depois disso, serão realizadas sequências didáticas interdisciplinares, momentos de socialização, oficinas, uma culminância nas escolas durante o encerramento do período letivo e, por fim, um Seminário de Práticas Exitosas, que apresentará os resultados positivos da experiência.
Na percepção da gestora Valnina Oliveira de Carvalho os educadores estão entusiasmados. “Todos nós contribuímos para a formatação desse projeto e nós esperamos que ele transforme algumas realidades ainda difíceis, como a que vivemos aqui no Quidé”, destacou. Para o Soldado Modesto, que é coordenador da Polícia Comunitária, a iniciativa é muito importante e casa bem com o trabalho de conscientização da garantia de direitos e deveres desenvolvido pela PM. Wanderson Tavares “Será um prazer colaborar e nós esperamos que o projeto chegue aos pais, sociedade e ao maior público possível”, ponderou. Wanderson Tavares, de apenas 10 anos, mostrou que já conhece alguns desses direitos e finalizou dizendo que “as crianças não devem trabalhar, mas sim estudar”. A expectativa da organização é de que ao final do ano todos os alunos tenham essa mesma consciência.

O Papagaio Cantor

quarta-feira, 14 de agosto de 2013

GUANTANAMERA


Para uma justa homenagem ao bravo, valoroso e resistente povo cubano nada melhor do que o ritmo caliente de uma "guajira" estilo musical típico da bela ilha tropical de Cuba. Ainda mais quando esta homenagem vem na magistral interpretação de Andy Garcia e Lucrecia que souberam dar um toque de redobrada sensibilidade aos "Versos Sencillos" (Versos Simples) do grande mártir e herói nacional José Martí. A bela composição de José Fernándes Diaz em "Guantanamera" (mulher de Guantanamo) ganhou contornos de hino heróico e revolucionário, sendo hoje é reproduzida mundo afora, na voz dos mais consagrados intérpretes da música internacional.

Juazeiro sediará a Conferência Territorial de Cultura que terá apresentação do Balé Folclórico da Bahia

 Por Luiz Hélio/Ascom

Após realizar a etapa municipal nos dias 26 e 27 de julho, Juazeiro se prepara para sediar a Conferência Territorial de Cultura, que ocorrerá nos dias 24 e 25 próximos, no Centro de Cultura João Gilberto, com participação de todos os municípios do Sertão do São Francisco. O evento é uma iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado (Secult/BA) em parceria com a Prefeitura de Juazeiro. Balé folclórico

Essa segunda etapa tem por finalidade fomentar discussões de temas comuns aos municípios de cada um dos 27 Territórios de Identidade, fortalecendo a articulação e a comunicação entre cidades de um mesmo território. As conferências acontecerão entre agosto e setembro, quando serão apresentados os investimentos e as ações da Secult/BA e estabelecidos vínculos e articulações entre os municípios do Território de Identidade, elaborado um Plano de Ações Estratégicas e ainda a eleição de delegados para V Conferência Estadual de Cultura e de delegados para as Conferências Setoriais.
A Conferência Territorial também contará com participações de grupos e bandas locais, além da especial apresentação do Balé Folclórico da Bahia no dia 24 (Sábado). E com o apoio da Prefeitura de Juazeiro, será oferecido um workshop em dança afro ministrado pela professora, bailarina e coreógrafa do grupo, Nildinha Fonseca. As inscrições são gratuitas, limitadas e estão abertas até o dia 21 (quarta-feira) na Seiasc, das 08h às 13h. A ficha de inscrição também estará disponível no site www.juazeiro.ba.gov.br.

Confira a programação   completa da Conferência Territorial de Cultura, que terá apresentação do Balé Folclórico da Bahia no sábado (24).
Inscrição: AQUI

POWER - KON Convenção de Super Herois

domingo, 11 de agosto de 2013

O Negro no Brasil


123 anos depois da abolição da escravatura, o número de brasileiros que se declara preto ou pardo é maior do que o de brancos: o Brasil tem se assumido como um país negro também. O Caminhos da Reportagem discute a situação do negro no Brasil através de números que mostram como ainda é preciso superar a desigualdade de renda e de acesso à educação, a pobreza, a violência e encarar de frente o preconceito. Dando início às comemorações da Semana da Consciência Negra, o programa vai mostrar a violência e a indignação cantadas no rap de Salvador, histórias de superação de famílias e um porteiro que abraçou os livros e hoje é desembargador. E, ainda, um menino de rua que se tornou professor, uma editora de livros que investe na temática afro e o grupo de teatro Olodum, companhia que cria espetáculos a partir da tradição, histórias e temática negra.

 Reportagem: Luciana Barreto
 Edição: Isabelle Gomes
 Produção: Vivian Carneiro e Laine Fabrício.
 TV Brasil.

Escola do Cisne - Homenagem aos Pais

A Escola do Cisne realizou homenagens aquele homem que a cada dia dedica sua vida a seus filhos (PAPAI). Essa homenagem  interativa  com muito movimento  e com um delicioso  café se realizou no espaço da ESCOLA  DO CISNE  hoje dia 10/08/2013  das 7.30h  ás 10.h.
ESSE EVENTO FOI 100000 e contou com a presença dos profissionais da Academia Refea ,pais , alunos e colaboradores da escola.

Mestres do Renascimento

Telas do século XV e XVI, pinceladas pelas mãos de renomados artistas italianos como Michelangelo, Leonardo da Vinci, Tintoretto, Rafael e Ticiano, vão ficar no Brasil por mais cinco meses. Pinturas como "Cristo abençoado", de Raffaello Sanzio, e "Maddalena", de Ticiano, estão no Centro de São Paulo, no Espaço CCBB. A exposição, aberta ao público até o dia 23 de setembro, tem entrada gratuita.
Com recursos da Lei Rouanet, esta é a maior mostra renascentista exposta no país. São 57 obras-primas marcadas pela revalorização da cultura clássica. Para Marcos Mantoan, diretor do CCBB SP, essa é uma oportunidade única para que o público brasileiro possa ver de perto pinturas dos maiores mestres renascentistas. "Temos muito orgulho de apresentar para a sociedade brasileira um recorte muito especial deste que é considerado o principal movimento artístico da história da arte".

E para que as telas chegassem até aqui, houve um grande trabalho anterior. Foi preciso fazer uma ampla reforma nos quatro andares do prédio. Climatização das salas de acordo com padrões internacionais para atingir a temperatura e umidade adequadas, iluminação, instalação de novas sinalizações e troca de piso foram alguns dos reparos.

Tanto esforço trouxe resultado. Os números refletem a aprovação do público. Só nos primeiros 15 dias, a exposição recebeu mais de 80 mil visitantes. E para conseguir atender à demanda de público, o CCBB montou uma estrutura especial de atendimento no dia 13 de julho: a chamada Virada Renascentista. Foram 30 horas ininterruptas de portas abertas. O CCBB também estendeu o seu horário de funcionamento diário por mais 3 horas, de 7 da manhã às 10 da noite. Nas primeiras três horas, atende a escolas e grupos de estudantes.

"Ações com essa, que promovem a possibilidade de acesso a todos, sem distinção, demonstram a importância da Lei Rouanet para a formação da cidadania dos brasileiros. Sem o incentivo fiscal, milhares de pessoas não teriam a possibilidade de apreciar tão importantes obras de arte", afirma Henilton Menezes, secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, ao visitar a exposição em São Paulo.

A mostra inédita no país, até então, poderá ser vista também pelo público de Brasília a partir do dia 12 de outubro no espaço CCBB DF. Também com entrada gratuita, a exposição ficará em cartaz até o dia 6 de janeiro de 2014.

SERVIÇO

CCBB SP

Mestres do Renascimento: Obras-primas italianas
13 de julho a 23 de setembro de 2013
Rua Álvares Penteado, 112 – Centro – São Paulo – SP
Segundas, quartas, quintas e sextas das 10h às 22h
Informações: (11) 3113-3651/3113-3652

CCBB DF

Mestres do Renascimento: Obras-primas italianas
12 de outubro a 06 de janeiro de 2013
Centro Cultural Banco do Brasil Brasília Brasília
SCES, Trecho 02, Lote 22 – Brasília - DF
De terça à domingo das 09h às 21h
Informações: (61) 3108-7600

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Roda Viva - Mídia Ninja


Roda Viva recebe o jornalista Bruno Torturra e o produtor cultural Pablo Capilé, ambos idealizadores do grupo Mídia Ninja.

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Polo UAB de Juazeiro oferece Curso de Bacharelado em Administração Pública

 Por Anna Monteiro / SEDUC

A secretaria municipal de Educação e Esportes informa que o Polo de Apoio Presencial de Juazeiro da Universidade Aberta do Brasil (UAB), instalado no prédio da Escola de Formação Continuada de Educadores da Rede Municipal de Ensino de Juazeiro (EFEJ), está oferecendo à população mais um curso de bacharelado, dessa vez em Administração Pública.

A nova graduação acontecerá através da Universidade Federal do Vale do São Francisco (UNIVASF), na modalidade à distância do Programa Nacional de Formação em Administração Pública – PNAP. Podem concorrer às 25 vagas, candidatos que concluíram o Ensino Médio, sendo que 50% das vagas são destinadas ao sistema de cotas.
 As inscrições iniciaram nesta segunda-feira (05) e podem ser feitas, até o dia 19 de agosto, exclusivamente pela internet no endereço eletrônico http://www.sead.univasf.edu.br/processoseletivo. A taxa de inscrição é de R$ 70,00 (setenta reais), e deverá ser recolhida no Banco do Brasil, através do formulário (GRU), emitido no momento da realização da inscrição. O pagamento da GRU poderá ser até o dia 20 de agosto, desde que o candidato tenha efetuado a inscrição até às 23 horas.

A prova escrita (redação) do Processo Seletivo será aplicada no dia 01 de setembro, em única etapa, no horário das 9 às 12h, nos locais a serem definidos pela organização. Mais informações no edital.
Polo UAB – Juazeiro
Criada pelo Ministério da Educação em 2005, a Universidade Aberta do Brasil (UAB) é um sistema integrado por universidades públicas que oferece cursos de nível superior para camadas da população que têm dificuldade de acesso à formação universitária, por meio do uso da metodologia da educação à distância. O público em geral é atendido, mas os professores que atuam na educação básica têm prioridade de formação, seguidos dos dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica.

Em Juazeiro, funciona na Escola de Formação dos Educadores desde agosto de 2012, quando o município foi consolidado como polo de educação e a EFEJ como difusora de saberes pedagógicos importantes para o aprimoramento da prática docente no âmbito das escolas municipais públicas. O espaço interuniversitário da UAB abriu oportunidades para toda a região Sanfranciscana e sua implantação só foi possível graças à parceria da Prefeitura de Juazeiro com o Ministério da Educação, Governo do Estado e instituições de ensino superior, como a UNIVASF.

domingo, 4 de agosto de 2013

Milton: Na curva desse rio

Primeira Escola de Tempo Integral de Juazeiro comemora aniversário e apresenta resultados

 Por Anna Monteiro / SEDUC

A primeira Escola de Tempo Integral de Juazeiro (localizada no bairro São Geraldo) comemorou, na manhã desta sexta-feira (02), seu primeiro aniversário com um ato festivo Apreesntações que reuniu toda a equipe escolar, pais, alunos, representantes da Secretaria de Educação e Esportes e outros membros da comunidade. Para celebrar a data, os estudantes realizaram diversas apresentações, mostrando ao público o resultado do trabalho que está sendo desenvolvido na escola piloto – considerada um grande marco para a educação do município.

Alunos do 1º ao 5º ano dedicaram aos presentes o que aprenderam nas lições do Ensino Regular e nas aulas de Filosofia, Cultura Afro, Educação Física, Inglês, Artes e Música. Os conhecimentos adquiridos foram expostos através de apresentações de dança, música, coral e até de um jornalzinho intitulado de “Escola da Fama”. Mais do que isso, os alunos provaram que a educação em tempo integral, de fato, auxilia o desenvolvimento físico, intelectual e emocional. “Meu filho sempre gostou de estudar e aqui ele encontrou o local certo para apresentações e desenvolver suas habilidades. Tirei ele de uma escola particular e trouxe para cá por conta das boas referências que tive sobre a educação pública do município. Hoje eu tenho certeza que foi a melhor coisa que fiz por ele e estou bastante satisfeita. Acabei de ter outra filha e, quando chegar a idade correta, quero que ela também estude nessa escola”, afirmou Rosilene Alves dos Santos.
 Bruno Araújo de Moura, de 09 anos, contou como é a sua rotina e falou sobre o carinho que sente pelos professores e pela Escola Municipal de Tempo Integral Iracema Pereira Paixão. “Nós entramos às 7h30, passamos pelo acolhimento e seguimos para as aulas da manhã. Depois nós almoçamos, tomamos banho e repousamos. No período da tarde acontecem as aulas especiais. Eu prefiro as de Ciências Naturais e Informática”, explicou. Segundo Bruno, Bruno Araújo de Moura“os professores são ótimos e a escola é muito bonita”, diferente da anterior, que era particular. “Eu prefiro estudar aqui e gosto de passar o dia todo na escola porque assim eu aprendo mais”, garantiu.

De acordo com a gestora Ileane Damasceno Imoto, a implantação da unidade piloto do município representa a realização de um sonho de muitos que trabalham com a educação. “Hoje, após um ano de trabalho, nós temos a certeza de que a educação em tempo integral é um grande desafio. Ainda temos um longo caminho a percorrer, mas, com certeza, já marcamos a história de Juazeiro. Nesse dia queremos aproveitar para agradecer ao apoio da nossa equipe, que é muito unida, da secretaria de Educação e Esportes, do prefeito Isaac Carvalho que confiou em nós para desenvolver esse trabalho, dos pais e da comunidade, que está sempre presente nos auxiliando nessa tarefa de educar. Então, o nosso desejo é que essa nova realidade perdure por muitos outros anos”, destacou.
O secretário da pasta, Clériston Andrade, também desejou parabéns à escola e falou sobre o Apresentação de Ginástica Laboraldesejo do prefeito Isaac Carvalho de ampliar o número de unidades do tipo. “Estamos com alguns projetos para o próximo ano, inclusive para a construção de outras Escolas de Tempo Integral”, ressaltou. Para o titular da SEDUC, as visitas à EMTI Iracema Pereira Paixão são sempre revigorantes: “quando vemos o resultado do trabalho que está sendo feito aqui, nós reafirmamos nossa convicção de que a Educação de Juazeiro está no rumo certo”. Presente ao aniversário de um ano da unidade de ensino, a irmã da professora Iracema, Rosa Cristina Pereira Paixão, se emocionou e agradeceu por Juazeiro ter um equipamento educacional como a EMTI do bairro São Geraldo.

E se engana quem imagina que essa escola só serve aos alunos. A instituição de ensino tem uma parceria com a comunidade e oferece aulas de ginástica laboral a pessoas de todas as idades. “Nas segundas, quartas e sextas, às 7h30 da manhã, o professor de Educação Física realiza atividades com um grupo de moradores do bairro, e a nossa intenção é também Mãe Social - Carla Bispooferecer aulas de inglês e informática”, comentou a gestora. Diante de tantos fatos positivos, uma das “Mães Sociais” da escola, Carla Bispo, que acompanha os alunos durante o turno intermediário, falou sobre o prazer de fazer parte da equipe. “Me sinto realizada com a evolução de cada um desses alunos e feliz de trabalhar em um local que desenvolve um trabalho tão diferenciado como esse, porque aqui a gente cuida da educação e da parte afetiva”, relatou. Como em todo aniversário, a manhã festiva terminou com a distribuição de bolo para todos os presentes.

sábado, 3 de agosto de 2013

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia