terça-feira, 30 de novembro de 2010

BONS TEMPOS

domingo, 28 de novembro de 2010

VENHA ATÉ SÃO PAULO



Video de apresentação do seminário sobre Itamar Assumpção; História da Musica IV (Centro de Estudos Musicais Tom Jobim) Prof.Theophilo Augusto Pinto
Grupo Clara Crocodilo. Téia Rosa, Eduardo Zanchi, Fernando Pardo, Renato Maia - 2007

O TEATRO MÁGICO



"Longe da crítica, perto do público", assim relatou o jornal "Folha de São Paulo" referindo-se ao álbum "O Segundo Ato" elegendo, através de seus leitores, a Cia. Musical e Circense como o melhor show da atualidade no Brasil. É desta forma, a partir da grande participação do público em sites de relacionamentos como orkut, youtube e outras mídias da rede, que se inicia o processo de "viralizar sem pagar jabá".
O Teatro Mágico torna possível que cada um se mostre como é, que cada verdade interna seja revelada. Essa é a grande brincadeira, "ser o que se é, afinal todos somos raros e temos que ter consciência disso" , destaca. E assim, Anitelli vai traçando um paralelo entre o real e o imaginário enquanto o público, aos poucos, vai entrando na mesma freqüência sinestésica marcada pelo ritmo do espetáculo. No final, palco e platéia se fundem e cada um dos presentes vai descobrindo a delícia de se permitir ser um pouco mais de si mesmo.

FONTE: "Segundo Ato" Teatro Mágico - Cia. Musical e Circense

sábado, 27 de novembro de 2010

SESSÃO NOSTALGIA

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS - UNEB

GIL BRAZ - ESTRELAS DO RÁDIO
Ademilde Fonseca , Doris Monteiro, Inezita Barrozo, Dalva de Oliveira, Marlene, Ângela Maria, Vicente Celestino, Caubi Peixoto, Nelson Gonçaves, Orlando Dias, Anísio Silva, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, Altemar Dutra, Roberto Carlos, Reginal Rossi, Jerry Adriane, Paulo Diniz. Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do sédulo XX.
Exposição de fotografias de Show artísticos promovidos por Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua trajetória profissional associada à presença de tantas rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local áquela época.

Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do século XX.
Exposição de fotografias de Show artísticos promovidos por Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local àquela época.





GIL BRAZ - OBJETOS PESSOAIS

Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua trajetória profissional associada à presença de tantas rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local àquela época.
Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do século XX.



GIL BRAZ COM AS ESTRELAS DO RÁDIO


Carlos Gonzaga "Diana" foi um tremendo sucesso
Carlos Gonzaga e Gil Braz

Bat Masterson cantada por Carlos Gonzaga
Roberto Carlos, no começo da carreira. Reginaldo Rossi acompanhados por Gil Braz
Paulo Diniz, Jerry Adriane e Gil Braz


Paulo Diniz - Eu quero voltar pra Bahia. "I don't want to stay here, I wanna to go back to Bahia"
Jackson do Pandeiro




GIL BRAZ - ESTRELAS DO RÁDIO - TRIO IRAKITAN

Gil Braz apresentando o Trio Irakitan ao povo de Juazeiro Bahia
O Trio Irakitan fazendo um Show em Juazeiro
Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do século XX.
Exposição de fotografias de Show artísticos promovidos por Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local àquela época.

INAUGURAÇÃO: 22 de Novembro - 17h
LOCAL: UNEB/Campos III - Departamento de Ciências Humanas
AV. Profº Edgard Chastinet, S/N - Bairro São Geraldo, Juazeiro - Bahia
VISITAÇÃO: 22a 30/11/2010 (14h às 22h) 

Fonte: UNEB - Departamento de Ciências Humanas.

Documentário do Trio Irakitan

GIL BRAZ - ESTRELAS DO RÁDIO - ZÉ TRINDADE


Zé Trindade cantando em uma cena de carnaval no filme "Entrei de Gaiato"

Zé Trindade, Amado e Gil Braz
Zé Trindade, ator baiano, músico, e poeta. Grande comediante do Rádio, Cinema,, nas décadas de 50 e 60.
Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do século XX.
Exposição de fotografias de Show artísticos promovidos por Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua trajetória profissional associada à presença de tantas rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local àquela época.

INAUGURAÇÃO: 22 de Novembro - 17h
LOCAL: UNEB/Campos III - Departamento de Ciências Humanas
AV. Profº Edgard Chastinet, S/N - Bairro São Geraldo, Juazeiro - Bahia
VISITAÇÃO: 22a 30/11/2010 (14h às 22h) 

Fonte: UNEB - Departamento de Ciências Humanas.


Zé Trindade e Renata Fronzi em uma cena do filme "Marido de Mulher Boa" (JB Tanko - 1960).
OBS: Zé Trindade nasceu em Maragogipe Bahia

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

FLÂNEUR - EXPOSIÇÃO COLETIVA DE ARTE



FLÂNEUR - EXPOSIÇÃO COLETIVA DE ARTE

De 26 de novembro a 05 de dezembro, estará em cartaz na Galeria Canizares, a exposição de artes visuais FLÂNEUR.


O termo Flanêur  vem do francês e foi muito utilizado pelo poeta Charles Baudelaire para se referir a pessoas com certo comportamento peculiar.
O flanêur é um amante das ruas, da vida, dos sentimentos, dos seres vivos, da natureza... Ele repara em detalhes que para outros passam despercebidos, valoriza objetos, lugares, pessoas que geralmente o observador comum já não repara, por fazerem parte de sua rotina. O flâneur vê o mundo de maneira diferente da maioria, ao observar riqueza e sentidos nas coisas mais simples e comuns do cotidiano.



Os artistas visuais Jana Belo, Lyne Oassé, Karla Rúbia, Mariana Correia, Mariana Desidério, Vitor Andrade, João Damapeju, Narajane, Thereza Miranda e Rodrigo Jr. são "Flâneurs" no sentido mais poético da palavra. Os trabalhos que eles expõem nessa mostra consistem justamente no resultado da visão diferente de cada um sobre o seu tema explorando técnicas bem diversas.
Jana sobre adolescência (técnica mista)
Karla sobre afetividade no mundo contemporâneo (instalação)
Lyne sobre erotismo no mundo virtual (computação gráfica)
Mariana Desidério sobre cultura Afro (desfile)
Narajane sobre desenvolvimento espiritual (pintura)
Rodrigo sobre a natureza (pintura)
Mariana Correia sobre ancestralidade (performance)
João sobre reciclagem de resíduos (desfile)
Thereza Miranda universo interior (técnica mista)
Vitor Andrade (gravura)
Quem visitar a exposição poderá compartilhar desses sentimentos registrados pelos artistas participantes – todos formandos do curso de artes visuais da Escola de Belas Artes da UFBA. A mostra também é o resultado da experiência vivida pelo grupo que realizou sozinho, sem patrocínio, toda produção do evento, atendendo as exigências da última disciplina do curso, chamada prática profissional, que tem como objetivo preparar o estudante para o mercado de trabalho.
Além da execução da obras e monografia, eles prepararam a vernissage, a confecção de material de divulgação, montagem da exposição entre outras coisas.

O QUÊ: EXPOSIÇÃO FLÂNEUR
ONDE: GALERIA CANIZARES, CANELA
VERNISSAGE: 26.11 DE 18 ÀS 20H
VISITAÇÃO GRATUITA: 26.11 A 05 12.2010
HORÁRIO: 09 ÀS 18H
CONTATO: JANA - 87712200
KARLA - 87671110
LYNE - 88667032





CASA DO ARTESÃO - JUAZEIRO BAHIA





quinta-feira, 25 de novembro de 2010

UM MUNDO MELHOR

GRÊMIO ESTUDANTIL

1º ENCONTRO MUNICIPAL DE GRÊMIOS ESTUDANTIS

27 de Novembro, domingo às 8hs,  vai acontecer no Colégio Modelo o 1º Encontro Municipal de Grêmios Estudantis.

O QUE O GRÊMIO PODE FAZER

CODEFAS NA PRAÇA

CODEFAS EM EXPOSIÇÃO - ALUNOS



PORTUGUÊS PARA O PORTUGUÊS



4º FESTIVAL VALE CURTAS 2010






quarta-feira, 24 de novembro de 2010

A CURA ATRÁVES DA NATUREZA - CODESFAS EM EXPOSIÇÃO


Os alunos do CODEFAS mostraram plantas que curam, a cura através da natureza.

PROBLEMAS SOCIAIS E AMBIENTAIS

RECICLAGEM - CODEFAS EM EXPOSIÇÃO - SUSTENTABILIDADE


É um processo que torna os materiais utilizáveis. Com tanto lixo nas cidade, o aproveitamento ajuda o meio ambiente evitando o acúmulo do lixo. É reaproveitamento de materiais usados.


PAPEL MACHÊ
Papel machê (palavra originada do francêspapier mâché, que significa papelpicado, amassado e esmagado) é uma massa feita com papel picado embebido na água, coado e depois misturado com cola e gesso. Com esta massa é possível moldar objetos em diferentes formatos, utilitários ou decorativos.

A massa deve ser usada no máximo de um dia para outro mas, guardada em um pote plástico na geladeira, ela pode ser conservada por meses.

Receita da massa

Meio balde de papel picado; 
Água; 
Bacia e balde; 
Peneira ou escorredor; 
Liquidificador ou pilão; 
200 g de cola branca; 
2 e meia colheres de sopa de gesso de secagem lenta; 
1 colher de sopa de gesso comum; 
2 colheres de sopa de farinha de trigo; 
1 tampa de vinagre. 

O papel deve ser picado e deixado de molho até amolecer. 
No dia seguinte, encher o liquidificador de água e colocar um pouco do papel, na proporção de mais ou menos três partes de água para uma parte de papel. 
Bater por dez segundos, desligar, esperar um minuto e bater novamente por mais dez segundos. Depois, despejar a massa numa peneira e espremer até sair todo o excesso de água.
Esfarelar a massa e espalhar numa bacia, misturar a cola branca, o vinagre, o gesso de secagem lenta e o gesso comum, até ficar uma massa homogênea.
Finalmente, juntar à massa duas colheres de sopa de cola de farinha de trigo, para que ela não fique partindo.

A cola de farinha é feita cozinhando numa panela, em fogo baixo, duas colheres de sopa de farinha de trigo com dois dedos de água, até engrossar como mingau.

FONTE: Wikipedia

CODEFAS EM EXPOSIÇÃO -ENERGIAS RENOVÁVEIS



O CODEFAS acredita nessa ideia, a busca de um mundo melhor, desenvolvimento econômico junto com a preservação do Planeta.

SEMINÁRIO DE INVESTIGAÇÃO BIDIMENSIONAL


ESCOLA DE BELAS ARTES - UFBA
26 de novembro de 2010 - das 13 às 16h
LOCAL: Sala 14

EXPOSIÇÃO COLETIVA FLÂNEUR - VERNISSAGE

CONVIDAMOS PARA EXPOSIÇÃO COLETIVA FLÂNEUR  VERNISSAGE 
26.11.2010 - 18:00 
 GALERIA CANIZARES - EBA-UFBA.

DIREITO À COMUNICAÇÃO




Vídeo produzido pelo Intervozes Coletivo Brasil de Comunicação Social com o apoio da Fundação Friedrich Ebert Stiftung remonta o curta ILHA DAS FLORES de Jorge Furtado com a temática do direito à comunicação. A obra faz um retrato da concentração dos meios de comunicação existente no Brasil.

CODEFAS EM EXPOSIÇÃO


O Diretor do CODEFAS, Colégio Democrático Estadual Profª Florentina Alves do Santos e o Diretor do Jornal Ação Popular Manoel Cavalcanti durante a Exposição do CODEFAS na praça da Bandeira.

terça-feira, 23 de novembro de 2010

EM BUSCA DO TÍTULO - CAMPEONATO BRASILEIRO SÉRIE A


GOLEADA


Os torcedores do São Paulo vibraram com a derrota do seu time contra o Fluminense. "Nunca vi torcida bater palma para o gol do adversário. Não é assim que o Corinthians joga" disse o Presidente Luiz Inácio Lula da Silva durante um evento em Ribeirão Preto. Os torcedores do São Paulo vibraram com a  vitória do Fluminense porque prejudica o Corinthians.
O Fluminense novo líder do Campeonato Brasileiro com 65 pontos.

REBAIXAMENTO - CAMPEONATO BRASILEIRO

REBAIXADOS -CAMPEONATO BRASILEIRO

ENTREVISTA DE JOGADOR

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

PROº WASH - 0 CONTADOR DE HISTÓRIAS



O Professor de inglês Wash, o contador de história, já está no terceiro número do "GIBI da MACACA SECA". Ele participou da feira escolar "CODEFAS EM EXPOSIÇÃO " que mostra como a educação e sustentabilidade têm tudo a ver.

domingo, 21 de novembro de 2010

A REVOLTA DA ELITE

RESULTADO DA XVIII GINCANA CULTURAL PAULO VI


ESTRELA DO RADIO

EXPOSIÇÃO DE FOTOGRAFIAS GIL BRAZ - ESTRELAS DO RADIO

INAUGURAÇÃO: 22 de Novembro - 17h
LOCAL: UNEB/Campos III - Departamento de Ciências Humanas
AV. Profº Edgard Chastinet, S/N - Bairro São Geraldo, Juazeiro - Bahia
VISITAÇÃO: 22a 30/11/2010 (14h às 22h) 

Fonte: UNEB - Departamento de Ciências Humanas.

ESTRELA DO RADIO - CAUBY PEIXOTO

GIL BRAZ - ESTRELAS DO RÁDIO

Ademilde Fonseca , Doris Monteiro, Inezita Barrozo, Dalva de Oliveira, Marlene, Ângela Maria, Vicente Celestino, Caubi Peixoto, Nelson Gonçaves, Orlando Dias, Anísio Silva, Jackson do Pandeiro, Luiz Gonzaga, Altemar Dutra, Roberto Carlos, Reginal Rossi, Jerry Adriane, Paulo Diniz. Nomes consagrados na memória do rádio e do movimento cultural musical brasileiro compõem o cenário de Juazeiro da Bahia entre o final da década de 1950 e os anos 70 - 80 do sédulo XX.
Exposição de fotografias de Show artísticos promovidos por Alício Figueredo GIL BRAZ - locutor, diretor e proprietário do Serviço de Alto-Falante Marabá Publicidades, que mostram parte da sua trajetória profissional associada à presença de tantas rainhas e grandes astros do rádio nacional nessa cidade, apresentando-o como empresário da cultura local áquela época.

INAUGURAÇÃO: 22 de Novembro - 17h
LOCAL: UNEB/Campos III - Departamento de Ciências Humanas
AV. Profº Edgard Chastinet, S/N - Bairro São Geraldo, Juazeiro - Bahia
VISITAÇÃO: 22a 30/11/2010 (14h às 22h) 

Fonte: UNEB - Departamento de Ciências Humanas.

O SORRISO DE MARIA

DE TODOS


Trabalho feito pelos alunos do Colégio Municipal Paulo VI "Brasil de Todas as Cores e Diversidades" na XVIII GINCANA  CULTURAL.

MULHER BRASILEIRA

XVIII GINCANA CULTURAL PAULO VI - CULTURA, DIVERSÃO E ARTE


O Colégio Paulo VI viveu um dia de muita Cultura, Diversão e Arte com a XVIII GINCANA CULTURAL. Participaram da Gincana três equipes - Eclipe, Místicos e Ideologia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia