sábado, 26 de junho de 2010

CANTIGAS DA BEIRA DO RIO - LÚCIO EMANUEL


CONVERSA COM O RIO


Velho Chico das águas barrentas,
Quem clareou suas águas?
Suas águas não eram claras assim,
Você era muito mais bonito
Com suas águas barrentas...


Você não é mais o mesmo,
Você mudou, Velho Chico,
Onde estão os seus vapores de lenha,
O Benjamim, o Venceslau, O Barão,
Onde estão os seus vapores, Velho Chico?
Aqueles vapores da companhia
Que navegavam de Juazeiro a Pirapora,
Onde estão aqueles vapores, Velho Chico?


Velho Chico, estou me lembrando agora
De Zezinho, ajudante de pedreiro,
Você se lembra de Zezinho, Velho Chico?


Zezinho era um retirante,
Ele ia embarcar no Barão
Com destino a Pirapora
Pra depois ir pra São Paulo,
Mas ele nunca embarcou
Sabe por que Velho Chico?
Porque foi assassinado
Na véspera da partida...


E todo mundo cantou:
O vapor tá apitando,
O Barão vai arribar,
Vamo s'imbora, Zezinho,
Parece que quer ficar...

LIVRO: Cantigas da Beira do Rio
Poeta: Lúcio Emanuel
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia