quarta-feira, 23 de setembro de 2009

RELIGIÕES

Juazeiro nasceu religiosamente sob as bênçãos de Nossa Senhora das Grotas.
Aqui moravam os índios Cariris, já recebendo as orientações religiosas dos Franciscanos, quando, em um dia de sol bem juazeirense, um índios, andando pelas matas, de repente, viu dentro de umas grotas uma coisa bonita e desconhecida para ele - a imagem de uma Santa.
Foi tão grande a emoção que sentiu diante daquela imagem, que passava, no momento, pelo local. O vaqueiro foi com o índio levar a imagem para o frade e os três levaram-na para uma baronesa que morava aqui.
A notícia correu por toda a vizinhança. Todos queriam conhecer a imagem. Em torno dela foi tecida uma história de milagres e intensificada a crença popular.
Pelo fato de ter encontrado em uma grotas, deram-se o nome de N.S. das Grotas e foi logo proclamada a Padroeira da terra. Continua sendo venerada com muito amor e respeito. O dia 8 de setembro marcas, no calendário religioso da cidade, a maior festa católica. É o dia a ela dedicado.
Após o aparecimento da imagem de N.Senhora das Grotas , os Franciscano construíram uma capela coberta de palha, atual Rua 15 de Novembro e, em 1710, construíram, provavelmente, no local onde a imagem foi encontrada a 1ª igreja. Mais tarde, esta igreja foi ampliada pelo inesquecível Monsenhor Antônio Costa Rêgo e, hoje, é a Catedral.
A imagem encontrada é a mesma que fica no altar-mor da Catedral e todos os anos sai em procissão por várias ruas da cidade, no dia da sua festa.
Juazeiro é uma cidade aberta a todas as religões. Comecemos pelas informações sobre o catolicismo: A paróquia de Juazeiro foi criada em 26 de março de 1840 pela Lei Nº 144. Em 21 de julho de 1962, foi criada a Diocese de Juazeiro (antes Juazeiro pertencia à Barra do Rio Grande), com sede em Juazeiro e abrangendo os município de Pilão Arcado, Remanso, Sento sé, Casa Nova e Curaçá.
No dia 10 de fevereiro de 1963, foi oficialmente instalada a diocese, com a posse do seu primeiro bispo - Dom Tomás Guilherme Murphy. O 1º padre foi Caetano de Araújo Mato Grosso, nomeado em 1841; morreu no dia 15 de outubro de1885, na rua Visconde do Rio Branco, Nº47.
Inúmeras confrarias foram fundadas na igreja de juazeiro, igrejas e Capelas católicas, situadas na sede do município: Catedral de Nossa Senhora das Grotas, igreja Antônio, Igreja Santa Teresinha, Igreja Santa Maria Goretti, Igreja Santo afonso, Igreja Cosme e Damião, Igreja São Geraldo, Capela Santa Helena, Capela Santa Luzia, além de diversas capelas existentes no interior do município.
Em 1849, chegou a Juazeiro o Sr. José Petitinga, o pioneiro do Espiritismo na terra de N.S. das Grotas. Esta religião conta com muitos adeptos; os seus participantes já construíram vários centros: João Moreira Rêgo, Luz Amor e Caridade, Amor Justiça e Caridade, Nosso Lar, A Manjedoura, José Petitinga e outros.
O Protestantismo chegou a Juazeiro em 1905 através do Pastor Zacarias Taylor.
Há na cidade várias seitas protestantes: Batista, Evangélica, Assembléia de Deus, e outras.
Na Década de 60 chegaram a Juazeiro os primeiros Testemunhas de Jeová.
Por último, a partir de 1985, instalaram-se na Av. Dr. Adolfo Vianna, os seguidores da Igreja Universal do Reino de Deus.
Ao lado destes credos religiosos, vamos encontrar vários terreiros de candomblé, que cultuam a fé dos orixás e os terreiros de toré, onde os caboclos indígenas são reverenciados.
LIVRO JUAZEIRO BAHIA - Maria Franca Pires (1988)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia