sábado, 29 de dezembro de 2012

Relembrando os Grandes Festivais - 2ª Eliminatória do 15º Festival Edésio da Canção

O Festival Nacional Edésio Santos da Canção tem como tema
 Relembrando os Grande Festivais
 
Festival Edésio Santos da Canção
É realizado pela Prefeitura Municipal de Juazeiro através da Gerência de Cultura a Secretaria de Igualdade Assistência Social e Cultura. Este Festival foi criado há 15 anos, em 1993, com a realização do Festival da Canção Sanfranciscana - Troféu Edésio Santos, a Câmara Municipal de Juazeiro transformou o evento em Lei Municipal, denominando-o - " Festival Edésio Santos da Canção". Edésio Santos muito de vocês já ouviram falar dele e sabem da importância deste juazeirense de coração imortalizado pelas suas obras. Seu Edésio, um homem que deixou sua cidade natal - Afrânio em Pernambuco, para morar em Juazeiro, e desde menino, escreveu sua bonita história. Vários artista abrilhantaram as diversas edições do festival enriquecendo a cultura musical de Juazeiro, fazendo do evento um encontro de músico de muitas regiões do país, promovendo assim um intercâmbio cultural. 
Memórias Revistas
O 15º Festival Edésio Santos da Canção, um debutante que, em sua festa, faz uma viagem aos Grandes Festivais de Música do Brasil! É hoje é a noite mais juazeirense entre todas as noites, hoje traz a reminiscência das "Temporadas Universitárias"! Quando eram realizados festivais de música, poesia, artes visuais, gincanas culturais e torneios esportivos. Temporadas Universitárias de Juazeiro! Essas temporadas aconteciam entre junho e julho, no períodos das férias. Eram promovidas pela Associação dos Universitários de Juazeiro (AUJ) anos 70. Faz muito tempo, mas o tempo é cíclico, é um vai-e-vem de histórias, de fatos, de memórias revistas. E é o tempo que nos remete aos festivais dos anos 70 em Juazeiro. É o Tempo que nos reconduzirá aos Festivais da AUJ! Pois é, os Festivais da AUJ aconteciam na quadra do FRANVALE, e não podemos esquecer dois jovens universitários que na época, organizavam o evento: Jorge Khoury e Paganini. Foi Jorge Khoury que trouxe de carro, de Salvador para Juazeiro, o super-baiano Caetano Veloso, em 1973. Caeteno vinha iluminar uma das noites de encerramento do então festival. Chegando aqui, foram direto para a beira do Velho Chico. O Rio inspirou Caetano com sua brisa morena, seu verde barrento, seu porte de rio-mar.
2ª Eliminatória do 
15º Festival Edésio Santos da Canção
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia