quarta-feira, 7 de outubro de 2009

MÃE D' ÁGUA


Meia noite, o rio dorme por 2 minuto; é a hora de mais mistério no rio. Há silêncio profundo; as águas param nas cachoeiras e nos rios, os peixes deitam-se no fundo do rio, as cobras perdem o veneno; é nessa hora de profundo silêncio que, a Mãe D' Água sai das profundezas do rio e vai sentar-se em uma canoa, pedra ou coroa para pentear seus longos e lindos cabelos.
Pessoas afirmam que, aqueles que morreram afogados e seus corpos não foram retirados das águas, neste momento de paralisação do rio, eles sobem para para viver no meio das estrelas.
As pessoas que andam no rio, ficam cheias de medo e fazem tudo para não acordar o rio; se por acaso. algum viajante sente sede, coloca sobre o rio, um pedaço de madeira, se este ficar parado, o viajante espera o rio acordar, precavendo-se assim, de todos os castigos que poderá sofrer dos seres que vivem no rio.
A Mãe D' Água é o duende mais bonito do Velho Chico; da cintura para cima, é uma linda mulher e da cintura para baixo, um peixe com lindas escamas.
Quando ela muda de uma casa para outra, ouve-se na margem do rio uma música bonita e suave.
LIVRO LENDAS DO VELHO CHICO - Maria Franca Pires
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia