sexta-feira, 30 de outubro de 2009

SEXTA FEIRA É DIA DE VIRAR BICHO

Em um dos distritos do município de Juazeiro da Bahia, morava um senhor muito dedicado ao trabalho, mas que não conseguia melhorar de vida. Este fato incomodava as pessoas.
Finalmente descobriram que o "Cara" não era tão bom como se pensava; tinha por hábito bater no pai e na mãe.
Toda sexta-feira, à meia noite, sua fisionomia se transformava como se ele fosse um monstro. Começava a ranger os dentes, batia-se como um epiléptico. Desprendia no local um cheiro desagradável, e saía correndo no meio do mato.
Tudo só deixava de acontecer quando os galos começavam a cantar, anunciando um novo dia.
As pessoas que, à distância, viam essa assombração, rezavam o credo e pediam que ela desaparecesse.
No centro da cidade, costumava, também, nas noites de sexta-feira, aparecer no quintal uma assombração que vinha estrangulando os nervos dos adultos e das pobres e inocentes crianças.

Era um jovem que se transformava em monstro. Mas, isto acontecia debaixo de muito ruído, muita irradiação de pavor. Tão grande que até os animais domésticos da vizinhança demonstravam estar apavorados.
Um dia, porém o vizinho mais próximo resolveu desencantar o bicho, dar fim à assombração. Com um facão muito bem amolado saltou o muro e deu um profundo corte na perna do jovem, que perdeu o encontro na hora.
Como sempre aconteceu, houve mais decepção do que vitória. Primeiro pelo reconhecimento da pessoa que estava assombrando, sem querer, seus vizinhos. Segundo, porque o corte da perna demorou muito tempo para curar. O importante mesmo foi a volta da paz nas noites de sexta-feira.
LIVRO VOCÊ ACREDITA EM ASSOMBRAÇÃO ?
Maria Franca Pires
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia