quinta-feira, 1 de outubro de 2009

COMUNICAÇÃO

Em 1895, chegou a Juazeiro o negociante e jornalista sergipano Raimundo Azevêdo. Resolveu imprimir o primeiro jornal e para isso, fundou uma sociedade. Instalou uma tipografia, entregando-a a um funcionário da sua confiança. O jornal teria o nome de " A Cidade de Juazeiro".
Para sua surpresa, no dia 15 de dezembro de 1895, o empregado fez circular o jornal com o nome " O Sertanejo". Circulou, apenas, um número, este foi o primeiro jornal de Juazeiro.
No ano seguinte, no dia 10 de maio circulou " A Cidade de Juazeiro".
Dezenas de jornais já foram impresso em Juazeiro. No presente, temos: "Jornal de Juazeiro", "Gazeta do Vale", "Juazeiro Espírita", " Berro D'Água". Circulam também jornais de outras cidades,que aqui, têm suas sucursais.
Em 1910, Juazeiro publicou um almanaque lítero-comercial com, apenas, o primeiro número. Muitos e muitos anos depois, foram publicadas algumas revistas: Juazeiro Ano 100, Re-vista, Á Flor da Pele, Juazeiro, Aió, Fatos do Vale (que circulam atualmente).
A Agência dos correios foi instalada no dia 21 de maio de 1836.
O primeiro fio telegráfico chegou a Juazeiro no dia 24 de fevereiro de 1896.
1919. O grande juazeirense e prefeito - Aprígio Duarte Filho - instalou o primeiro serviço telefônico de Juazeiro. Era de propriedade do município para uso público. A sede deste serviço ficava na prefeitura. Este serviço telefônico foi extinto no ano de 1921.
Trinta e sete anos depois, foi organizada uma Sociedade Anônima, composta por pessoas de Juazeiro e Petrolina, presidida pelo comerciante Américo Tanuri, com objetivo de implantar o serviço telefônico nas duas cidades. Esta Sociedade recebeu o nome de Companhia Telefônica do São Francisco. Foi instalada no dia 15 de novembro de 1959. Sua última sede localizava-se na Praça Dr. José Inácio da Silva, Nº 15 - Juazeiro-BA. Em 1980 a TELEBAHIA assumiu o serviço telefônico de Juazeiro e a TELPE o serviço telefônico de Petrolina. Em ambas as cidades, já foi instalado o serviço de DDD, DDI e Telex.
É inesquecível a época dos serviços de alto-falantes. As músicas animavam as ruas. Ouviam-se, através deles, noticias e propagandas.
Lembramos: Serviços de Alto-Falantes Paraíso, Serviço de Alto-Falante Cultural, Serviços de Alto-Falante Marabá e Publicidades, Serviços de Alto-Falantes a Voz do Comercio. Estes dois últimos ainda existem.

No dia 12 de julho de 1953, houve um movimento diferente na cidade em uma das casas da Rua D'Apolo, nº 21, era inaugurada uma estação de rádio - Emissora ZYN-21. O herói deste empreendimento foi o Sr. Joaquim Borges. Esta Rádio ainda existe, agora com novo prefixo - ZYH-459 - conservando o mesmo nome Rádio Juazeiro, de propriedade do casal Oswaldo Benevides que dinamizaram a impresa em nossa cidade. Além da Estação de Rádio AM, o mesmo casal fundou a TRANSRIO FM Stéreo.
Em janeiro de 1987, instalou-se aqui mais uma emissora de rádio: VALE FM Stéreo. de propriedade do Grupo Silva.
Canais de televisão trazem-nos notícias de todos os recantos do mundo, são eles: TV Aratu, TV Itapoã. TV Globo de Recife, TV Bandeirante (SP) Via Satélite, TV Bahia (Rede Manchete).

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O Nego D'Água

O Nego D'Água

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

OS CONGOS - FESTA DO ROSÁRIO

Rio São Francisco

Rio São Francisco
Juazeiro Bahia